A gênese do espaço semântico na filosofia tardia de Fichte